Close

janeiro 19, 2017

Proposta de valor: Especificando o produto

Criando uma representação visual do seu produto

No último post Proposta de valor – Caso de uso demos mais um passo para definirmos nossa de proposta de valor, baseado no caso de uso dos usuários finais e clientes. Montar esse caso de uso nos ajuda a entender especificamente o que o seu produto irá fazer pelo seu cliente e vice e versa.

Boa parte das pessoas se dedicam nos primeiros passos focados na construção do produto, e temos um problema nessa abordagem, deixamos de aprender com o cliente, e quando se der conta seu produto não irá atender as necessidades dele. A sugestão é fazemos o caminho inverso, partimos do cliente e seguimos em direção do produto.

Forçar a entrada de um produto dentro de algum mercado não é a coisa certa a se fazer. O cliente é sua prioridade deixá-lo de fora no início de sua startup pode acarretar em desperdício considerável de recursos.

Vamos entender um pouco mais sobre nosso produto. Levamos todo esse tempo para falar do produto porque olhamos primeiro para os nossos usuários finais/clientes e abordamos algumas questões como: depois ver as possibilidade de mercado, quem seria o usuário, a escolha de um mercado, o tamanho desse mercado, qual o perfil verdadeiro desse usuário, quais suas prioridades e necessidades.

O objetivo é começar a criar uma definição de produto mesmo que ainda em um nível mais abstrato, e ao longo da nossa jornada ir aperfeiçoando cada vez mais nossa definição de produto.

Uma especificação do produto é em sua essência um desenho, uma representação visual do que seu produto vai ser, baseado no que você sabe. Você não tem ainda todos os detalhes.

Não vamos construir de fato um produto agora, não é o momento para isto, ainda temos mais coisas para aprender, e ao longo do tempo refinando ainda mais essa especificação do produto.

Agora precisamos desenhar o produto baseado na coisas que já vimos Proposta de valor – Prioridades e Proposta de valor – Caso de uso, isso ajudará você a ver o produto com os olhos do seu cliente.

Esse processo irá ajudá-lo a conversar com seus clientes mostrando o que fez em relação ao produto e validar suas ideias e saber se está indo no caminho certo.

Seguindo com o exemplo do post anterior emissor de multa digital para CET de Santos-SP passamos a desenvolver a especificação do produto.

No exemplo do emissor de multa, usamos de verdade como seria o produto, levantando com o usuário as suas prioridades e necessidades e sabíamos que precisava de eficiência e agilidade no processo e que uma aplicação mobile daria.

O fato de mostrar visualmente como seu produto “será” permite que você, sua equipe e principalmente o cliente tenha o entendimento do que é o produto e como ele beneficia o cliente. Você vai perceber que não é tão simples assim construir um desenho, ou folheto do seu produto mas será um exercício de grande valor para você e o seu projeto.

cet-total

Criamos duas telas de acordo com o processo e atividade do dia a dia do agente de trânsito, pensado exatamente para oferecer agilidade no seu processo, ficou muito fácil dessa forma mostrar a ele direto do tablet as imagens criadas e investigar ainda mais. O que facilitou e muito sua adesão pelo produto. Sempre levando em conta as prioridades e necessidades do usuário.

O objetivo é continuar nossa investigação e colher algumas informações como:

  • Quais são os benefícios para o agente?
  • Quais são os benefícios para a CET?
  • O que o produto irá oferecer?
  • Como devemos começar a pensar sobre o preço?

Lembrado que este caso foi construído meramente como exemplo.

Você pode ter acesso a planilha na aba [Especificação de produto]: Planilha de ideias

No próximo post vamos continuar no assunto da proposta de valor e vamos transformar os benefícios do seu produto em valor para o cliente. Espero com isso ajudar e que novas startups surjam na nossa região. Até mais!

[Texto da minha coluna no Diário do Litoral de 23/12/2013]

Author: rcaspirro

Empreendedor serial de startup atualmente a frente do Eracog um assistente virtual baseado em inteligência artificial para agendamento de reunião via email.

janeiro 19, 2017 < a href="http://ricardocaspirro.com/author/rcaspirro/" title="Visualizar todas as postagens por rcaspirro" rel="author">rcaspirro Startups caso de uso, produto, startup

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *